terça-feira, 19 de maio de 2015

14Mar15. República das torturas, das milícias e das demolições

Desalojados da Chicala, Luanda. 

Diário da cidade dos leilões de escravos

14 de Março
Angola, mais um país entregue ao saque.
Alta feitiçaria: uma senhora perdeu o filho quando fazia praia. Disseram-lhe que ele morreu afogado. Mas ela disse que ele não bebeu nenhuma água. No dia do funeral um rato entrou-lhe na despensa e roubou-lhe um tomate e uma cebola. Quer dizer, o rato também fez festa.
15 de Março
Há pessoas que nascem muito inteligentes: “Fazer manifestação é como fazer justiça por mãos próprias” – Autoridades em Cabinda.
Sim, são pessoas muito inteligentes: "Luanda - Algumas clínicas e hospitais encontram-se sem anestesias e começa a escassear o material médico. Tudo devido à dificuldade de se transferir dinheiro para o exterior. Um problema que empurra um especialista em medicina chinesa a fechar a clínica e sair de Angola." Fonte: sapo.
E o TERROR de já não se poder nascer em Angola! “Homens armados raptam bebé recém-nascida à saída da Maternidade da Samba.” RNA
“Angola governada por criminosos” Palestra no Soyo 02 de Março 2015 com Chivukuvuku e Makuta N’Kondo bastante concorrida.
16 de Março
Bruta chuvada das 18.58 às 19.49 horas.
Um português aqui do prédio todas as noites carrega uma jovem angolana para a sua alcova. Ela faz-lhe o serviço e depois baza. Com a miséria a alastrar, e ninguém a quer parar, a revolta a rebentar, e há quem ganhe dinheiro muto facilmente e dele faça esbanjamento. Quando isto rebentar… não sei.
17 de Março
TVCabo, um desastre português em Angola.
Povo muito inteligente, é o que sai de uma escravidão e depois entra noutra.
18 de Março
Há ou não uma onda de raptos de crianças em Luanda? No Cacuaco, a menina de dois anos brincava com dois irmãos. Uma senhora aproxima-se e oferece bolachas e rebuçados nas crianças, dizendo-lhes que vai levar ao colo a menina de dois anos, e que os dois irmãos podem comer as bolachas e rebuçados. E foi assim que aconteceu mais um rapto em Luanda.
19 de Março
Os polícias andam atrás das kinguilas para lhes caçarem o kumbu, porque não lhes pagam, dizem elas.
20 de Março
Para recordar que sem apagões jamais conseguiremos viver, das 12.01 até às 14.38 horas ficámos a ver a banda do petróleo passar.
21 de Março
Sábado, pelas 06.30 da manhã ouve-se um incrível barulho de escape livre. Parece que o mundo vai acabar. Investigado, o barulho é na rua em frente ao prédio que dizem ser da mana Isabel dos Santos, ao Zé Pirão, em Luanda. É de uma máquina que rebenta com a rua, que mais tarde com as chuvadas virou cratera, só tem uma explicação, creio, é que com a baixa do preço do petróleo não há dinheiro para reparar os escapes das máquinas.
Das 21.10 às 21.45 horas, forte tempestade com vento muito forte, nunca aconteceu em quarenta anos a sala do quarto andar do prédio ficar inundada, chapas e antenas voaram.
22 de Março
Sem água e com mais um brutal apagão das 06.30 até às 15.51 horas.
O assalto aos prédios está a vulgarizar-se. Os gatunos entram, mas são interceptados pelos seguranças ou vizinhos que nunca os viram por estas bandas, eles usam o estratagema que vêm visitar um amigo e fingem no telemóvel ligar a confirmar, mas é tudo fantasia, o pior é quando conseguem iludir tudo e todos e depois já dentro do prédio é a célebre máxima: Estão colocados!
23 de Março
A água está difícil. Tudo está difícil, insuportável. Há um mosquito que pica preferencialmente crianças. Vai para duas semanas que o meu neto de três anos dá pena ver o corpo dele mordido pelos mosquitos. Os vizinhos queixam-se do mesmo. Até agora não consegui caçar que tipo de mosquito se trata, e se for desses do paludismo temo uma vasta mortandade infantil. Dantes o Ministério da Saúde combatia os mosquitos lançando insecticida nas ruas, mas como agora é o Ministério das Doenças, parece ter todo o interesse em dizimar a população para que não chateie o Governo (?)
“Caso centralidades do Cacuaco, Zango e Kilamba. Esta vai para os meus amigos da Polícia e Moradores do Kilamba; - Os bandidos estão com uma nova táctica para assaltar os Apartamentos; de madrugada eles vão até ao quadro da Energia que fica na parte exterior do apartamento e desligam o disjuntor. Nesta altura, quando o proprietário do apartamento sai para verificar o que se passa com o quadro, 1 entra no apartamento, e o outro interpela o proprietário com arma de fogo e voltam a entrar para o imóvel, até que o assalto ou violações sejam executadas. Muita atenção; se o quadro da energia desligar durante a madrugada, não abra a porta do apartamento em hipótese alguma, mantenha-se dentro e pensa; o que é uma noite sem energia, perante uma vida de trauma e dor. In Asherafali Carmali. Facebook
24 de Março
Portugueses no saque de Angola: De fonte fidedigna que preferiu o anonimato. “A TVCabo importou um contentor com modems avariados e anda a vendê-los aos clientes, e há muitas reclamações por causa disso. O português pega no seu software e instala-o no servidor. Este vai-se abaixo e lá ficamos sem Net.” Isto é constante e a TVCabo desculpa-se: quando chove o nosso link fica assim (avariado). Outra justificação: No Gabão entraram em greve e como vingança cortaram o cabo submarino.
Eis algumas profissões para justificar o saque de Angola: Gestora ou gestor de produto. Assistente de direcção. Gestor de vendas. Gestor do armazém. Gestor controlador dos empregados. Gestor de clientes. Director de vendas de telemóveis.
A Europa é como outro EI-estado islâmico. A Europa dentro das suas fronteiras é democrática, fora delas é outro EI, pois apoia ditaduras que aterrorizam as populações. Com tais exemplos de comportamentos o terrorismo desabará a Europa. Agora estão bem, sentem-se bem, mas depois sentir-se-ão muito mal. Quer dizer: Há catorze dias que estou – estamos, incluindo crianças – a respirar fumo venenoso do terrorismo do banco millennium, o banco da morte, o banco falido. Desde as 07.40 do dia 10 de Março, que este maldito banco na rua rei Katyavala, continua a despejar dia e noite o fumo mortal do seu gerador, obra de pobres, miseráveis mercenários portugueses que tudo fazem para conseguir transferir dinheiro para Portugal. Temos direito à revolta e quando ela chegar terão o merecido castigo. Matam e depois não querem ser mortos?! Cães imundos! Este é também o tempo de revolta contra as células terroristas destes portugueses em Luanda. Lá em Portugal, na democracia não fazem destas coisas, mas aqui apoiados pelo reino do petróleo fazem tudo, até o matar-nos lentamente. O melhor meio de incentivar um povo à revolta é mantê-lo na escravidão. E o Ocidente adora manter ditaduras no poder fora das suas fronteiras. E da opressão, da miséria e da fome que o Ocidente promove nasce o terrorismo, o desespero para quem não espera mais nada além da morte. Continuem nessa senda e verão o Ocidente em chamas. Angola é mais um bom exemplo do terrorismo ocidental. Claro que o terrorismo mundial torna-se imparável porque nos tratam com desumanidade, como coisas inúteis, sem valor. E quando falam em desenvolvimento da nossa economia, claro que é a economia dos estrangeiros e dos habituais milionários do petróleo. E os déspotas, corruptos e estrangeiros inventaram aquela para nos dominar, que, com a fome o cérebro trabalha melhor. Para tal gente o crime é o meio mais fácil de viver. Onde há sectarismo político não é possível apresentar ideias. E os chineses aproveitam tudo, escravizam crianças e não querem saber se estão ou não a destruir.
25 de Março
O ouro está a 1.191.70, o Brent deles a 55.11, e o WTI Crude Oil a 47.51 dólares. Com preço assim, o fim da governação está próximo!

Escutei na Rádio Viana que duas crianças de cinco anos foram raptadas em Viana.