quinta-feira, 7 de maio de 2015

27Fev15. República das torturas, das milícias e das demolições



Diário da cidade dos leilões de escravos

27 de Fevereiro
Sem água nas torneiras.
Se a moda pega, se não os pararem dentro de pouco tempo teremos esta cidade invadida por fabriquetas chinesas nas traseiras dos prédios. Está impossível viver nas nossas residências, e como se não bastasse vive-se no terror do assalto.
Mas o que é isto? O que custava cem, agora custa trezentos kwanzas?! Isto acontece numa cantina junto à Igreja Adventista na Rua rei Katyavala, mas pelos vistos está a generalizar-se.
Mais um: ontem, 26 de Fevereiro, o banco do Atlântico na Avª ex/Combatentes, à noite ainda com alguns clientes e pessoal foi assaltado, bem limpo. Dois assaltantes apareceram e pediram por favor para tirarem fotocópias, deixaram-nos entrar.
28 de Fevereiro
Sem água nas torneiras.
22.30 horas. De uma mais velha: Porra! Não se vê ninguém na rua, só se vê seguranças!
Cerqueira Antonio: “De facto, temos visto coisas malucas e inacreditáveis no nosso trânsito do dia a dia, ver carros de deputados, ministros, e senhores particulares a circularem em contra mão, com sirenes, etc, etc, mas nunca pensei ver uma ambulância, da clínica Sagrada Esperança, com sirenes ligadas, luzes acesas, em alta velocidade, ultrapassando tudo e todos, todo mundo abrindo alas, conduzida por um medico, levando no banco do lado direito, uma senhora estrangeira. Por minha curiosidade, acompanhei e qual foi o meu espanto... o Srº Drº foi levar a esposa ao aeroporto. Como querem que respeitemos as sirenes????”
Jamais confiem nos propagandistas políticos e nos arautos das igrejas, porque eles só nos trazem desgraças.
01 de Março
Sem água. A internet da TVCabo também está escassa como a água.
Quando há luz não há água. Quando há luz e água não há Internet. Este petróleo arruinou as nossas vidas. Mas há estrangeiros - portugueses – que dizem que isto vai durar dois ou três meses e que depois o paraíso logo regressará.
02 de Março
A perfeição é governar sem oposição. Nesta cidade é impossível viver sob o fogo cerrado da bandidagem local e internacional. A Net da TVCabo vai para um mês que piora dia após dia, - um doente terminal - uma grandessíssima merda porque logo que o saldo acaba os gajos desligam, mas quando falham não nos indemnizam. Assim vai o grande roubo nacional que permite aos milionários não se fartarem de podres de ricos. Edifícios, fábricas e fabriquetas erguem-se em qualquer lado porque o cidadão não passa de um monte de merda. O português entra no prédio, não vê o segurança, fica aterrorizado, espera-o, o segurança não demora, o português pergunta-lhe onde foi e ele diz que foi na casa de banho. O português queixa-se na empresa e o segurança vai transferido para outro local, ou despedido. Às 22.30 horas a rua está deserta, só se vêem seguranças. Aos corruptos nada lhes acontece, porque tudo e todos estão camuflados nessa nobre arte de desgraçar a vida do próximo. O chinês manda nesta merda porque desfaz o que quer e o que lhe apetece. Monta fabriquetas nas traseiras dos prédios, pede emprestada uma serra eléctrica ou outro qualquer artefacto e vá de atirar com limalha de madeira, de mármore, de chapa, etc, e ainda faz fogueira para cozinhar com madeira de toda a espécie. Queixar? A quem? Pois se por trás disso está um general. O banco millennium tem um gerador que quando a luz falta liga-o e mata as pessoas com rolos de fumo cadavéricos. Queixar? A quem? Pois se por trás disto estão príncipes e princesas. Os assaltos estão no auge, incríveis, os gatunos já entram nos prédios, como no prédio ao lado, ensaiaram um assalto mas foram travados a tempo. Entretanto alguns propagandistas políticos da oposição dão-nos missas diárias sem fiéis. O desaire é completo, como numa jangada atraída pela força das águas para a cachoeira de grande altitude. A jangada governativa cai e esperam-na uma multidão ruidosa de rochedos ávidos de destroços.
Politiqueiros da oposição que pregam a justiça mas são carrascos, nem ideia têm do que é isso de solidariedade, quanto mais analfabetos mais cargos de chefia estão à sua disposição. Passado tempo o desastre acontece, pois com demagogia não há salvação para a serventia.
Pretender eliminar por todos os meios, incluindo o assassinato, de críticos e opositores ao regime, isso não é solução… é loucura do só nós governamos, dos eleitos dos demónios da democracia.
Tudo podre! A TVCabo, insisto, está uma grande merda, aliás tudo está uma grande cagada. Estamos reféns dos vigaristas políticos, empresariais e do amadorismo confrangedor dos activistas políticos que denunciam tudo mas não são capazes de apresentar soluções, excepto as da consagrada demagogia que só na destruição há construção. Como essas abéculas que por aí andam que exigem um golpe de estado, sem noção absolutamente nenhuma do que dizem. Com agitadores ou agitadoras de meia tigela lentes do histerismo político que pretendem acabar com o Kaiser para o substituir por Hitler. Todos a apostarem nas chamas para colherem algumas cinzas que depois o vento as e os dispersará. Onde não há massa cinzenta, não há oposição, e assim o poder se perpetua sem renovação. A conversa da oposição é sempre a mesma, só mesmo os seus autores é que acreditam nela, e o poder ri-se, ri-se desse anedotismo. Com o exército de maus pastores este rebanho jamais saberá distinguir o caminho a seguir. No caminho da miséria e da fome já lá está, não é difícil distinguir que o pior se seguirá e ninguém o salvará. Até uma vulgar transferência de cinco mil kwanzas feita cerca das catorze horas entre bancos em Luanda, às dezanove horas ainda não tinha caído no multicaixa. 
Os seguranças faltam ao serviço porque a empresa não lhes paga os salários. A desgraça do petróleo vem aí com muita força destruidora.
Isto não é uma cidade, é um deserto. É só pó por todo o lado, o célebre canteiro de obras do pó.
E a Net da TVCabo continua a aparecer e a desaparecer. Quer dizer, a baixar como os preços do petróleo.
03 de Março
Outra vez sem água. E a Internet da TVCabo continua na mesma merda.
Sobre um possível 11 de Setembro na Europa, não tem nada de notável, é a pura realidade. As crisálidas funcionam assim. Mas sejamos coerentes: é o sistema que cria o terrorismo, dentro da Europa é um castelo democrático, fora dela é a imposição da democracia a uma coisa que chamam de eleições perpetuando a escravidão das populações, terreno fértil para as fileiras do terrorismo. Um sistema assim torna-se difícil sobreviver.
04 de Março
Definitivamente a TVCabo entrou no reino da mediocridade, do facturar sem trabalhar.
Jc Melanchton: “Cambada de ladrões e chulos, não há dinheiro nos bancos porque os funcionários estão a fazer transferência bancária, posterior levantam e vendem nas kinguilas para venderem nos preço que esta na rua. Só merdas...”
A corda bamba do jogo da revolta: Os chineses não param com o trabalho escravo dos jovens angolanos porque – é fácil de presumir - têm contrato com o Governo angolano de compra e venda dos escravos. Na obra do general Ledi, nas traseiras da Pomobel, Rua Rei Katyavala, Luanda, dois chineses com dez jovens angolanos, - um deles notava-se claramente que ainda é criança - e os dois chineses faziam-lhes gestos de que têm que limpar este lixo acumulado de anos no rés-do-chão, no primeiro e no segundo andar do esqueleto de uma obra que vai desabar, pois foi feita por aprendizes chineses.
As novas tecnologias em Angola e a Internet em part-time: Disse a um técnico de informática que a TVCabo está uma grande merda, funciona em part-time como a água – a energia eléctrica aqui não é problema, há meses que raramente falha – e ele apenas exclamou: “Ainda será pior!”
Entretanto, Angola não tem dinheiro porque a mana Isabel dos Santos gasta-o na compra de bancos, e ninguém a consegue enfrentar porque o império de Angola é uma coisa de seu uso pessoal.
05 de Março
Outra vez sem água. Isto está bonito está! Como uma bomba… e a tragédia TVCabo continua, até ao grande dilúvio.
Às 06.30 horas, os escravocratas chineses obrigaram as crianças da obra do general Ledi ao trabalho escravo. Eles não sabem que Angola é independente. Cozinhar miséria é um bom augúrio para o futuro. Vai vir aí muita pancadaria. 
Hoje o ouro está a 1.200.60, o nosso (?) crude a 60.55 e o outro crude do Texas a 51.53 dólares. Isto está muito complicado, e como disse o economista Alves Rocha, a coisa é de efeitos duradouros. Tá-se mal, tá-se, tá-se. E até ao momento a transferência dos cinco mil kwanzas não caiu. Os bancos viraram cantinas, esta cidade é obra de cantineiros.