quarta-feira, 7 de outubro de 2015

DIÁRIO DE UM PRESO POLÍTICO (03)



Dr José Marcos Mavungo. Mais um preso político de uma longa série… condenado a seis anos de prisão sem acusação… como mandam as leis da repressão.

REPÚBLICA DOS PRESOS POLÍTICOS
A corrupção é dos direitos humanos violação

Que o dinheiro não chegava
Para eles muito ultrapassava
Nunca lhes faltava nada
Chupavam os ossos da manada

Já fomos macacos
Somos tudo de negativo
Agora somos presos políticos
E isso é muito positivo
Isto não é uma ditadura
É uma loucura

Estão de cabeça perdida
Sem noção de responsabilidade
Perdeu-se a esperança de vida
Esta nação é uma irrealidade

Este governo não nos dá pão
Este governo só nos dá repressão
Os presos políticos estão a sofrer
Este governo está a morrer

O comité de especialidade da lixeira
Faz do lixo a sua bandeira
Este governo só faz asneira
Comité de especialidade da cegueira

O partido comunista português
Sempre se primou pela malvadez
O paladino da inglória estupidez
Dos presos políticos à chinês

Quarenta anos de miséria semearam
A agricultura nunca lavraram
Nada de proveito nos abonaram
Até a esperança nos espoliaram

Os presos políticos são acusados
Que na corrupção não há culpados
Comité de especialidade dos enjaulados
De Cabinda ao Cunene esfomeados

Agora presos políticos somos todos
A liberdade jaz nas prisões
As prisões enchem-se a rodos
Na pátria dos corruptos aos montões

O petróleo acabou
Os dólares secou
Tudo se esfumou
A corrupção ficou