sexta-feira, 3 de outubro de 2014

A manifestação em Luanda contra a subida dos combustíveis






Fonte: Central Angola

A Laurinda Manuel Gouveia e o Dago Nível Íntelecto estão a ser agredidos na Esquadra da Marginal porque se recusam determinantemente ser transferidos para a Esq. da Boavista enquanto não aparecerem os ativistas que estão em parte incerta.
Do lado de fora, Rolim Montenegro Rebelo Rdc consegue ouvir os gritos.

A força venceu e os ativistas estão agora a ser transferidos, dizem eles que é para a esquadra da Boavista.
A Laurinda Manuel Gouveia VAI ALGEMADA!

Os manos que têm estado a enviar-nos fotos da Esquadra da Marginal onde estavam detidos os ativistas que há cerca de duas horas começaram uma manifestação contra a subida dos combustíveis foram vítimas do que o Comandante Ambrósio de Lemos costuma chamar de "excesso de zelo":
Foram recolhidos do outro lado do passeio, levados no ar (não ao colo, no ar mesmo) e, uma vez dentro da esquadra, atirados ao chão, uma primeira vez, depois içados novamente e atirados com a força que tinham os agentes brutamontes, estatelando-se ruidosamente no chão. Enquanto estes ficaram na Esquadra da Marginal, os outros que de lá sairam juntaram-se aos 4 que estavam em parte incerta (Esq. da Boavista) e estão agora a chegar ao Comando de Cacuaco.


Estes relatos foram colhidos apressadamente e as notas foram tiradas numa conversa telefónica.
Rid Miguel Miguel:
- dois socos no peito e uma chapada (agente graduado e um a paisana)
- ameaçado de morte por um agente da DNIC "se te agarrar na mutamba vou te matar!"
Dago Nível Íntelecto:
- puxado (rasgaram camisa)
- chapadas 5 (agente jose luis)
- mordidela de um comandante sem placa (arrussado)
Laurinda Manuel Gouveia:
- desmaiou 2 vezes: 1º vez ainda na via pública quando o agente jose luis (de novo ele), conhecido como "angolano", lhe desferiu UM SOCO NA CARA (estamos a falar de uma senhora... qual é mesmo a dika das flores? Aqui as flores são para pisar). 2º vez: quando esta se recusou a subir no patrulheiro para ser transferida, depois de lhe rasgarem a blusa e lhe encherem de chapadas, atiraram-na para dentro do carro, ela bateu com a cabeça e desmaiou.
Na esquadra da Boavista RaúlLindo Mandela, Albano Liberdade (Bingo), Arante Kivuvu e Coronel Fuba, foram torturados pelo Comandante da esquadra com barras de ferro, insistindo em arrancar-lhes a informação: "quem é o líder?", ao que estes respondiam: "é a Constituição da República!". Cerca de cinco vergastadas cada um com um FERRO que, segundo o Mandela, tinha a espessura de um porrete comum. Resultado: braços e costas inflamadas.
Neste momento estão os 10 no Comando Municipal de Cacuaco, estando o Rolim Montenegro Rebelo Rdc e o Pedro Gonga na da Marginal. Não temos mais informações acerca destes últimos.

ÚLTIMA HORA
Acabam de ser soltos os 10 activistas incluíndo Rid Miguel Miguel, Laurinda Manuel Gouveia, Dago Nível Íntelecto, Coronel Fuba e outros.
Dentro em breve a lista completa.
O Dago está a ser levado até à porta de casa. Os companheiros apresentaram suas reticências quando a este acto da Polícia Nacional de Angola, mas o agente no patrulheiro que o Rid descreveu como "simpático" garantiu que nada lhe irá acontecer. Vamos ficar atentos!
Continuamos preocupados.
Ao passo que os manos em Cacuaco foram todos soltos, os 3 que estão detidos na Marginal: Rolim Montenegro Rebelo Rdc, Ideólogo Malafaia Angolano e Pedro Gonga, que estavam algemados, no chão a serem batidos pela polícia, até agora não temos informações deles. Os telefones estão todos desligados.

Segunda imagem: joucajournal.blogspot.com